segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

POLÍTICA: preparar as guilhotinas?


Como de costume uma das crónicas mais interessantes da edição do «Expresso» desta semana é a de Pedro Adão e Silva, que começa por lembrar o texto de um memorando redigido em  1786 por Jean Charles–Alexandre de Colonne, então ministro das Finanças do rei Luís XVI: "É impossível aumentar impostos, desastroso continuar a pedir emprestado, e cortar despesa, é simplesmente desadequado".
A história, como se sabe, acabou mal para quem era então o detentor do poder: Luís XVI e os seus principais apoiantes acabaram por perder a cabeça no engenhoso mecanismo do senhor Guillotin.
Conclui o conhecido professor do ISCTE: "Infelizmente para nós, enquanto acharmos que é possível pagar dívida externa com os recursos que resultam da atividade económica doméstica, estamos condenados ao fracasso".

Sem comentários:

Publicar um comentário