sábado, 11 de maio de 2013

Cantos Revolucionários: «La Adelita»


No âmbito da divulgação de algumas das principais canções ligadas às lutas dos povos do mundo pela sua emancipação e maior justiça social, damos agora um pulo até ao México para visitar um dos principais «corridos» compostos durante a Revolução ocorrida entre 1910 e 1920.
Os seus versos contam a paixão de uma rapariga por um sargento, a quem acompanha nas deslocações do seu regimento.
A canção é tida como reportando-se a uma história real, muito embora persistam dúvidas quanto à verdadeira identidade dessa mulher. De qualquer forma la adelita passou a ser o arquétipo da mulher guerreira, não só vinculada às tarefas de cuidar dos feridos ou cozinhar para os soldados, mas também em participar ativamente nos combates contra as forças do governo mexicano.
Com o tempo, o termo la adelita foi extravasando essa origem e aplicar-se a todas as mulheres com força e coragem para enfrentar as dificuldades Por isso o vimos mais recentemente aplicado a uma jovem promovida a chefe da polícia de uma das mais violentas cidades mexicanas, dominadas pelos cartéis das drogas.


Sem comentários:

Publicar um comentário