segunda-feira, 20 de agosto de 2018

A História que ainda está por contar!


Num artigo, que acompanha a imprescindível reportagem assinada este domingo no «Diário de Notícias», Fernanda Câncio considera que, longe de nos deixarmos sossegar, devemo-nos sentir aterrorizados pela ausência de notícias sobre abusos sexuais cometidos por padres, bispos e cardeais portugueses, que os tornaria aparentemente diferentes dos seus pares norte-americanos, irlandeses, australianos, franceses ou chilenos sobre os quais não faltam revelações, que põem em causa toda a instituição católica. Incluindo o próprio Papa, que chegou a pôr em causa mais uma inequívoca demonstração da falência de uma cultura religiosa muito moralista nas palavras, mas irresistivelmente libidinosa na prática dos seus prosélitos.
Quantas mentiras se ocultam nas sacristias das nossas igrejas? O que se terão as vítimas revelado nos confessionários, porventura ainda sentindo-se culpadas por, na sua inocência ultrajada, terem estimulado os pecados dos supostos mentores espirituais?
Há um enorme silêncio sobre as práticas sexuais do clero português nas últimas décadas, mas, a exemplo do sucedido em apenas seis dioceses da Pensilvânia durante sete décadas, se traduzida em palavras essa verdadeira história ainda por contar chegaria por certo a milhares de páginas...

Sem comentários:

Publicar um comentário