sexta-feira, 31 de agosto de 2018

A decência de Rui Rio


Obviamente que não aprecio nada as ideias políticas de Rui Rio, que consubstanciam quase sempre o contrário do que defendo. Mas devo reconhecer-lhe o sentido da decência quando justifica o silêncio a respeito dos fogos no Algarve como sendo uma questão de princípio, que o PSD nunca se pronuncie com as casas a arder e, no que for possível, ajude.
As suas palavras representam uma evidente chapada com luva branca na cara de Cristas, cujo despudor oportunista impede que consiga equivaler-se em seriedade ao seu putativo aliado. Um ponto a favor de Rio, eis o que se pode concluir...

Sem comentários:

Publicar um comentário