quarta-feira, 4 de março de 2015

Ordinarices, desesperos e betices

1. Augusto Santos Silva é um senhor. E por isso mesmo “não quis crer”, que as palavras de passos coelho a subentender a comparação entre si e José Sócrates tivessem efetivamente esse sentido. Porque tratar-se-ia de uma “ordinarice” e seria reveladora de um “enorme desespero”.
De facto, o PSD sempre dissera que não utilizaria a detenção do antigo primeiro-ministro na sua campanha.  Fazê-lo agora só demonstraria a incapacidade para usar quaisquer outros argumentos. Até porque se José Sócrates é merecedor da presunção de inocência - apesar de toda a campanha infame do «correio da manhã» - passos coelho já se confessou culpado da ilicitude que o «Público» denunciou.
Se quiser, pois, atrever-se a essa comparação, passos arrisca pôr num prato da balança a evidência das sua fraude contributiva, enquanto no outro só pode contar com as teorias que rosário teixeira e carlos alexandre não encontram provas para demonstrar.
2. Um dos mais gostosos comentários sobre a fuga de passos coelho aos seus compromissos com a Segurança Social, li-o no blogue «Jumento», que aproveita para resgatar a patética figura do “orelhas” da RTP:  “Ao deslocar-se a Atenas para comentar as eleições legislativas José Rodrigues dos Santos aproveitou para explicar a situação financeira da Grécia coma corrupção e com os mil estratagemas para fugir ao cumprimento das obrigações fiscais e contributivas.
Agora todos estamos à espera para que José Rodrigues dos Santos faça uma viagem a Massamá e aproveite e à frente da casa mais procurada daquela localidade fale da causas da situação da Segurança Social e fale dos políticos que se esquecem de declarar os seus rendimentos e quando são apanhados queixam-se de que foram os outros que se esqueceram de lhes cobrar o que deviam.”
3.  As atitudes infantis de passos coelho também nos levam a, amiúde, nos sentirmos envergonhados com  a sua frequente manifestação. Isso voltou a verificar-se com a reação enfadada da Comissão Europeia por se ter visto envolvida na polémica entre Lisboa, Madrid e Atenas, depois de, no domingo, os governos português e espanhol terem apresentado queixa ao executivo comunitário sobre os comentários de Alexis Tsipras.
Há cinquenta anos atrás irritava-me o comportamento de alguns companheiros de brincadeira que, eventualmente incomodados com um ou outro safanão, que merecessem levar, logo se punham a chamar pela mamã a pedir ajuda.  Embora oriundo de uma pequena burguesia colonialista, passos coelho nunca deixou de ter os tiques de betinho da classe social a que almejou ascender.
E nós ainda fadados para lhe aturarmos essas betices por mais uns meses…
4.  No blogue «Ladrões de Bicicletas» surgiu este quadro sobre a atual comparação entre as dívidas da Grécia e de Portugal. Em que esta última é bem pior do que aquela!!!


2 comentários:

  1. o homenzinho e um pantomineiro ,desde 2011 na pre campanha para as legislativas e agora na na condiçao de PM nao se cansa de mentir
    e o Mota da lambreta e outro que tal ; esse grafico e bem demonstrativo de quem esta pior,nao se cansam de mentir.

    ResponderEliminar
  2. vou telefonar ao josé rodrigues dos santos para fazer uma reportagem a partir de Massamá

    ResponderEliminar