sábado, 9 de janeiro de 2016

O regresso à Quadratura

Excelente a passagem de António Costa pela «Quadratura do Círculo» explicando com bastante clareza as opções tomadas no Banif ou na reversão das políticas educativas de Crato, suscitando frequentes acenos de concordância em Lobo Xavier, que era dos interlocutores o mais afastado ideologicamente.
Muito embora seja um apoiante confesso de António Costa desde que ele se disponibilizou para a liderança do PS, confesso que, semana após semana, mês após mês, estou a ficar muito agradavelmente surpreendido com a sua governação. Parecendo andar sempre adiantado em relação ao que a direita lhe pudesse contestar, tem sido exaltante a forma como o vejo desarticular o argumentário da oposição e afirmar com convicção e inteligência as medidas, que vai fazendo aprovar em conselho de ministros ou no parlamento.

1 comentário:

  1. Eu nunca fui apoiante confessa nem escondida de António Costa, mas verifico que ele com Primeiro Ministro é uma agradável mudança e uma surpresa muito positiva.

    ResponderEliminar