domingo, 27 de março de 2016

Olheiras e queda de cabelo

Um dos exercícios lúdicos com que gosto de entreter os momentos de lazer é imaginar o que vai, na cabeça de alguns políticos, a começar pelos tidos como inimigos da classe a que pertenço. Como é o caso de Passos Coelho que, nestes últimos anos cuidou de tomar a classe média como seu alvo preferencial, e muito particularmente a que vive da sua condição de reformado como é o meu caso..
Talvez não se trate de operação tão fútil quanto possa parecer à primeira vista, porque até o mais inábil xadrezista (igualmente o meu caso!) sabe da importância de contar não só com as nossas pedras no tabuleiro, mas sobretudo com o que o adversário anda a congeminar para movimentar as suas.
A menos de uma semana do Congresso do PSD, e com um crescente número de opinadores a darem-no como cada vez mais isolado - Pacheco Pereira até classificou de “estaladão” o reparo de Marcelo Rebelo de Sousa à sua posição sobre a intervenção na banca! - Passos tem todas as condições para chegar a Espinho com as olheiras cavadas de sucessivas noites insones.
Não terá dívidas quanto às profissões de fé emitidas por inúmeros oradores em sua intenção, mas é capaz de saber da História o suficiente para lembrar que até o mais pequeno júlio césar tem inevitavelmente um brutus pronto a utilizar a adaga fatal no momento decisivo.
Será essa a razão porque, apesar de comprometido com várias outras iniciativas para esses três dias, não deixarei de dar ao acontecimento mais atenção do que costumo dedicar aos que dizem respeito à direita. E se no primeiro dia todas as mentiras serão admissíveis, ou não seja 1 de abril, Passos Coelho temerá sobretudo as verdades explicitas ou implícitas, que adivinhará em todos quantos o rodearão. À sua frente, mas sobretudo, nas suas costas. Se todos os políticos têm de refrear uma certa tendência para a paranoia, Passos Coelho dificilmente conseguirá paliativos eficientes para a sensação  de caminhar numa corda bamba sem rede de proteção.
Presumo, pois, que sonos tranquilos é aquilo que não conseguirá ter por estes dias! Deixando ainda mais cabelos na almofada...

2 comentários:

  1. Meu caro, deseje longa vida (política) a Passos Coelho. Enquanto MRS estiver entretido a 'fazer-lhe a folha', Costa pode dormir descansado. Ou pensa que, uma vez substituído o 'detestável' PC à frente do PSD, o nosso frenético PR ficará quieto? Irá então sobrar para a 'Geringonça'. Um líder como Morais Sarmento, que já veio manifestar o seu interesse pelo cargo, será muito mais apelativo para o eleitorado que PC, que ainda não percebeu que existem franjas da classe média que não voltarão a votar nele nem para Presidente de uma Junta de Freguesia... Nunca devemos interromper o inimigo quando este está a cometer um erro, por muito que eu também queira ver PC, tal como Portas, despachado para as Trevas Exteriores da Política...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo com este comentário ,Se ele está a beber veneno e lhe sabe bem que se envenene sem incomodar ninguém ,Ele é tão obcecado que não consegue descortinar o mal que semeou e a destruíçao que causou sem necessidade, Por isso que desapareça das nossas vidas e leve com ele oirrevogável.

      Eliminar