domingo, 23 de agosto de 2015

Atrás de tempos...

Grandes parangonas no pasquim matinal da Cofina: o ministério público andará agora a explorar nova linha de investigação para procurar matéria incriminatória contra José Sócrates em obras do Parque Escolar e na discussão dos direitos televisivos dos jogos de futebol.
Depois de exploradas tantas pistas, que se têm revelado sucessivamente frustrantes na produção das almejadas provas, rosário teixeira e os seus «muchahos» continuam na pesca à linha, esperançados em recolherem algo, por mínimo que seja, no anzol.
O problema é que os prazos vão-se apertando e eles parecem estar cada vez mais na situação de terem uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma.
Aproxima-se o momento da verdade em que a (in)Justiça ao estilo joana marques vidal conhecerá o merecido escrutínio!  Que deverá contemplar as devidas consequências...

4 comentários:

  1. "Que deverá contemplar as devidas consequências..."

    Não brinquemos com coisas sérias! Vc seguramente não é tão ingénuo que acredite que tudo isto não vai cair no saco roto do esquecimento mal a "justiça" ( pasquins incluidos) encontrem novo alvo para servir de "herói" nesta telenovela a que um dia um distraido qualquer chamou "estado de direito".

    ResponderEliminar
  2. Gostava de de poder comungar com alguma doze de convicção do seu otimismo quanto ao aproximar-se o momento da verdade, mas da forma como a "justiça" tem tratado este processo, com o poder politico a assistir na bancada, não sei não..... A avaliar pela conduta a que temos assistido, ou isto foi tudo muito bem planeado (com alternativos planos Bs e Cs), ou então a justiça tem tido apenas um bamburrio de sorte, e eu acredito mais na hipótese do plano, que segundo se ouve foi obra do Relvas.

    ResponderEliminar
  3. A criatura bebeu tinto e do carrascão!
    Mete medo ao diabo!

    ResponderEliminar