terça-feira, 2 de dezembro de 2014

O inferno das metanfetaminas

Aqui ainda não terá chegado tal flagelo, pelo menos com a dimensão aparentemente descontrolada com que sucede na parte oriental da Alemanha: os cristais de metanfetamina têm um enorme sucesso por bastarem para aguentar um fim-de-semana inteirinho sem comer nem dormir.
Estimulando o sistema nervoso central cria uma dependência muito mais acelerada do que as demais drogas que veio substituir.
Para produzir semanalmente entre 10 a 50 kgs de tais cristais - que também podem adotar a forma de pó ou de comprimidos - bastam alguns bidões, um bico de bunsen e três garrafas de gás. Vendida por 30 a 40 euros por grama é uma droga barata, que tem particular sucesso nas camadas mais pobres da população.
Um dos países europeus onde mais se produz é a República Checa onde o negócio está controlado por mafias vietnamitas. O que justifica a cooperação cada vez mais intensa entre as polícias desse país e dos estados alemães da Baviera e do Saxe para estancarem a progressão dos problemas, que causam nos respetivos sistemas de saúde pública.
Por ora há mães hiperocupadas, que caem nas malhas desta dependência para conseguirem aguentar toda a carga, que lhes cabe no local de trabalho e em casa ou quem, vivendo miseravelmente, tem de arranjar mais do que um emprego e por isso consome os cristais como forma de se manter acordado horas a fio.
Para além do lado criminoso do tráfico, que gera, esta droga está bem à medida de uma sociedade entregue ao capitalismo mais selvagem onde se encontram formas enviesadas para suportar horários desumanos, que apenas garantem com que sobreviver.

1 comentário:

  1. Na Ásia esta droga é rainha http://www.aljazeera.com/programmes/101east/2011/06/2011614111117792373.html e já atinge o "público juvenil" http://www.theguardian.com/world/2013/aug/27/meth-drugs-yaba-lure-children-thailand

    Leitor

    ResponderEliminar