quinta-feira, 13 de Junho de 2013

FILME: «O espírito de 45» de Ken Loach

Há uns meses, quando foi enterrada, a sinistra Thatcher mereceu encómios de muitos comentadores dispostos a incensarem todas as malfeitorias por ela implementadas contra o Estado Social estabelecido na Grã-Bretanha logo após 1945.
O documentário de Ken Loach explica bem porque, apesar de vencedor na guerra contra o nazismo, Churchill foi humilhado nas urnas aquando das primeiras eleições legislativas do pós guerra.
É que a população britânica tinha bem presente a miséria em que vivera entre as duas guerras e não quereria repeti-la: a solidariedade suscitada pela sensação permanente de agressão das bombas nazis criou um tal sentimento de solidariedade e de fraternidade entre os cidadãos, que a vitória trabalhista surgiu como natural. E o que se seguiu foi a melhor época em qualidade de vida para os trabalhadores ingleses, escoceses e galeses. Nos anos 50 e 60 o Estado Social garantiu-lhes uma melhoria contínua no acesso aos bens de consumo e aos direitos fundamentais à saúde e à educação.
Nos anos 80 Thatcher empenhou-se em destruir essas conquistas e recriar uma desigualdade crescente entre quem trabalha e quem colhe os frutos da exploração desse esforço. Daí que este filme fundamental evoque o espírito de 1945 e a urgência em recriá-lo na iníqua Europa dos nosso dias.
O capitalismo pode ainda parecer muito forte, mas os ideais consagrados logo após o pós-guerra ainda ecoam fortemente no imaginário coletivo dos britânicos.



Sem comentários:

Enviar um comentário